RELEASES

Conheça os diferentes tipos de sorgo e seus usos

A cultura do sorgo vem crescendo nos últimos anos no Brasil, principalmente no período da safrinha. O cereal é o quinto mais produzido em todo o mundo, atrás do trigo, arroz, milho e cevada. Sendo assim, para ampliar seu conhecimento acerca desse valioso grão, vamos apresentar algumas informações básicas sobre os tipos de sorgo que existem: granífero, sacarino, vassoura e forrageiro.

Sorgo sacarino

É um tipo de sorgo de porte alto, altura de planta superior a dois metros caracterizado, principalmente, por apresentar colmo doce e suculento como o da cana-de-açúcar. A panícula (cacho) é aberta e produz poucos grãos (sementes). Na região Centro-Oeste pode ser utilizado como sorgo forrageiro, na forma de silagem e de corte. Todo sorgo sacarino pode ser forrageiro.

Sorgo vassoura

É um tipo de sorgo que apresenta como característica principal a panícula (cacho) na forma de vassoura. Não é largamente plantado no Centro-Oeste. Tem importância regionalizada, principalmente no Rio Grande do Sul, onde é principalmente usado na fabricação de vassouras, como o nome já sugere. A vassoura de sorgo é uma alternativa ecológica e ainda possibilita que seus resíduos sejam utilizados na alimentação animal.

Sorgo forrageiro

É um tipo de sorgo de porte alto, altura de planta superior a dois metros, muitas folhas, panículas abertas, com poucas sementes, elevada produção de forragem e adaptado ao agreste e sertão de Pernambuco. Existe sorgo forrageiro que possui colmo doce. Nesse caso, pode ser chamado também de sorgo sacarino.

Sorgo granífero

É um tipo de sorgo de porte baixo, altura de planta até 170cm, que produz na extremidade superior uma panícula compacta de grãos. Nesse tipo de sorgo o produto principal é o grão. Todavia, após a colheita, como o resto da planta ainda se encontra verde, pode ser usada também como feno ou pastejo.

Híbridos de sorgo

Referência no desenvolvimento de híbridos de sorgo, a Sementes Jotabasso conta com as variedades JB 1324 e JB 1330, produtos de alta performance que podem alcançar números similares aos do milho em termos de produtividade. Essa realidade se deve, principalmente, ao melhoramento genético que vem sendo introduzido na cultura do sorgo, tornando-o atraente para o produtor.

As sementes de sorgo granífero da Jotabasso apresentam ciclo precoce, florescimento de 62 dias e colheita em até 115. Entre os benefícios do sorgo Jotabasso estão a alta produtividade com precocidade de colheita, grãos alaranjados de excelente qualidade, alta resistência de colmo, elevada estabilidade produtiva e altíssima produção de palhada no sistema.

 

 

Informações sobre a Jotabasso:

https://www.jotabasso.com.br/

 

Informações para a imprensa

Texto: AgroUrbano Comunicação

Fone/Whats: (51) 99165 0244

www.facebook.com/AgrourbanoComunicacao

Instagram: @agrourbano_comunicacao

Últimos Releases

Preencha seus dados

Preencha corretamente que entraremos em contato o mais breve possível.